Entrevista: Dia Mundial da Acreditação

Para marcar o Dia Mundial da Acreditação, que ocorreu em 9 de junho deste ano, o Diretor de Inovação e Governança de Serviços do LRQA, Denis Ives, participou da Dutch Accreditation Council (RvA) Conference (Conferência do Conselho de Acreditação Holandês) em Haia como representante do LRQA e do IIOC (Independent International Organisation for Certification).

A acreditação é a avaliação independente dos organismos de certificação usando a norma ISO/IEC 17021 para assegurar a sua imparcialidade, competência e consistência. A norma estabelece os princípios e requisitos para a competência, a consistência e a imparcialidade dos organismos que oferecem auditoria e certificação de serviços de sistemas de gestão.

Durante a conferência, Denis proferiu uma palestra e analisou o valor da certificação para a Saúde, Segurança e Meio Ambiente no suporte à implantação de políticas públicas. Após a conferência, pedimos que Denis falasse sobre a sua experiência e as conclusões mais importantes do evento.

P: Conte um pouco mais sobre a conferência RvA; quem participou e qual foi o principal objetivo?

Denis: Além da representação de prestadores de serviços de auditoria, houve reguladores da indústria e representantes de organizações que possuem a sua própria certificação com relação a uma série de normas internacionais. Todos se reuniram para aprender com o conhecimento coletivo na conferência.

O principal objetivo do dia, além de promover a conscientização sobre o valor que a acreditação traz, foi discutir o papel da acreditação como uma ferramenta global para apoiar políticas públicas.

P: Você estava representando o LRQA e o IIOC na conferência. O que essa missão representou para você?

Denis: Sou membro do conselho para o IIOC que representa os dez principais organismos de certificação mundial. Os objetivos do IIOC são promover os benefícios da certificação de acreditação, e eu falei em nome dos outros grandes certificadores. Por fim, como um organismo de certificação acreditado por mais de 50 organismos de acreditação em todo o mundo, minhas funções no LRQA e no IIOC trabalharam juntas e em harmonia.

P: Então, passando agora para a sua sessão na conferência, quais foram os principais resultados?

Denis: Durante a minha sessão, dividi o palco com outros dois palestrantes: um que estuda as relações entre as diferentes normas de sistemas de gestão e outro que representou um regulador da indústria. Havia muitos temas em comum em nossas apresentações, já que todas as nossas funções organizacionais se cruzam em diferentes fases do processo de certificação e acreditação. 

Para mim, acredito que o principal argumento era o progresso que tem sido feito no sentido de trabalhar em conjunto e compartilhar informações para agregar valor, em termos de melhorar o desempenho do sistema para os nossos clientes. Houve também o reconhecimento de que ainda há trabalho a ser feito, mas a base foi definida.

P: O público teve dúvidas importantes durante a conferência?

Denis: Um dos temas cruciais que surgiu durante a conferência foi o tema da independência, imparcialidade e credibilidade, particularmente em relação aos clientes. Para mim, é importante que as organizações procurem olhar para a acreditação como uma base de referência. Dessa forma, você tem a confiança de que, pelo menos, há alguém olhando para aquele organismo de certificação para assegurar que eles estejam agindo com imparcialidade, usando profissionais competentes e trabalhando de acordo com um padrão internacional.

P: Pensando sobre o propósito do Dia Mundial da Acreditação, você acha que eventos como a conferência RvA estão ajudando a mudar a percepção da acreditação?

Denis: Muitas vezes, a diferença entre acreditação e certificação é mal interpretada; o LRQA emite certificação, mas é credenciado para fazê-lo. Eu acho que quanto mais publicidade recebermos, melhor. Ao ajudar os usuários de certificação e os reguladores a entenderem a diferença, conseguiremos aproveitar ainda mais eventos e dias como este.

P: Você tem algum conselho para as organizações ao escolherem um prestador de serviços de certificação?

Denis: Sim, ao olhar para a acreditação, as organizações devem olhar para o valor, ou seja, o que obterão com ela? Eu recomendo procurar um provedor de serviços de certificação que possa oferecer apoio técnico e experiência que impulsione o(s) seu(s) sistema(s) de gestão e o(s) faça(m) trabalhar para a sua organização. Como eu disse, é preciso olhar para o valor e obter o máximo de retorno sobre o investimento.

Perdeu a conferência? Faça o download da apresentação completa de Denis Ives e saiba mais sobre as sessões no site RvA Conference

Sobre Denis Ives

Denis Ives é Diretor de Inovação e Governança de Serviços para o LRQA, um dos organismos de certificação globais líderes no fornecimento de serviços de auditoria de negócios em uma ampla variedade de áreas, incluindo Qualidade, Meio Ambiente e Segurança e Saúde. Denis Ives é responsável por liderar o desenvolvimento técnico e a capacidade do LRQA com experiência de mais de 30 anos de trabalho com a aplicação de sistemas de gestão por meio de uma ampla variedade de setores da indústria.

Sobre o Dia Mundial da Acreditação

O Dia Mundial da Acreditação é uma iniciativa global para promover a conscientização sobre a importância da acreditação. Foi criado em conjunto pelo International Accreditation Forum (IAF) e o International Laboratory Accreditation Cooperation (ILAC). O site - www.publicsectorassurance.org - foi criado para compartilhar estudos de caso que mostram como a acreditação foi utilizada para apoiar iniciativas de políticas públicas.