Revisão Normas ISO; Indústria e Partes Interessadas Comentam Sobre o DIS Ambiental e da Qualidade

Com as revisões das normas ISO bem encaminhadas, com a ISO 9001 (qualidade) e ISO 14001 (ambiental) em Draft International Standard (DIS) e a  ISO 45001 (a nova norma de Saúde e Segurança Ocupacional) estar em fase CD, é interessante conhecer o que as grandes indústrias e as entidades de auditorias e certificadoras estão falando sobre as atualizações e o que eles acreditam que as mudanças vão oferecer em termos de experiência e benefícios organizacionais.  O IRCA - International Register of Certificated Auditors  que é a maior entidade internacional de certificação de auditores e o CQI - Chartered Body for Quality Management Professionals - publicou um relatório intitulado: DIS 9001 - Entendendo o Projeto de Norma Internacional; um sumário executivo do relatório pode ser acessada aqui. Os principais resultados incluem: 

  • Duas novas cláusulas (4.1 e 4.2) foram introduzidas a respeito do contexto da organização. As organizações serão obrigadas a identificar explicitamente todas as questões internas e externas que podem afetar a capacidade do seu sistema de gestão da qualidade para entregar os resultados pretendidos. Eles também devem compreender as necessidades e expectativas das "partes interessadas" - aqueles indivíduos e organizações que podem afetar, serem afetados, ou perceber-se  afetados por decisões ou atividades da organização. 
  • DIS 9001:2014 tem uma maior ênfase na definição do escopo do sistema de gestão da qualidade do que a ISO 9001: 2008. Escopo do sistema de gestão da qualidade de uma organização, define os limites e identifica aplicabilidade. Cláusula 4.3 requer que o escopo a ser determinado considere o contexto da organização. 
  • Enquanto ISO 9001: 2008 promoveu a adoção de uma abordagem de processo para o desenvolvimento, implementação e melhoria da eficácia de um sistema de gestão da qualidade, a cláusula 4.4 do DIS 9001: 2014 estabelece requisitos específicos para impor a sua adoção. 
Outro ponto de vista fundamental vem do IEMA - Institute of Environmental Management & Assessment, desta vez comentando sobre a norma ISO / DIS 14001: 2014. Martin Baxter, Diretor Executivo Policy & Engagement no IEMA e um dos peritos nomeados do Reino Unido no grupo de trabalho da revisão, disse: "As alterações propostas são substanciais e, significa que as organizações precisam se concentrar em criar ambiente para o núcleo de seus negócios.  Dada a utilização generalizada do padrão, é essencial que os usuários estejam engajados no processo de revisão e também iniciem os preparativos para a transição para os novos requisitos. Vamos trabalhar com os membros IEMA e os profissionais de meio ambiente e sustentabilidade  estes  profissionais sejam capazes de implementar as mudanças em suas organizações e adicionar o máximo valor comercial ".  Steve Williams, Gerente de Sistemas e Governança do LRQA e membro do ISO TC 207 acrescenta: "Política na ISO/DIS 14001:2014 agora fala em termos de uma organização comprometendo-se a proteger o meio ambiente. Esta é uma expansão em relação ao que anteriormente  foram limitados como compromissos políticos para a prevenção da poluição, a conformidade com a legislação " LRQA é um dos principais colaboradores para o desenvolvimento e aperfeiçoamento de normas e orientações associados nas áreas de sistemas de gestão e avaliação de conformidade em todo o mundo. Como participação reconhecida na indústria - através de nossa participação no IIOC- Independent International Organisation for Certification, a entidade global de organismos de certificação - os nossos auditores estão ativamente envolvidos nas comissões técnicas internacionais para todos os três principais padrões do sistema de gestão do mundo, especificamente ISO 9001, ISO 14001 e ISO 45001 / OHSAS 18001